2017?
Sara estava a espera do ano novo. Dia 31 de dezembro. Sempre foi sagrado para ela. Outra vez escrevia a lista de desejos para o ano que em poucas horas iria despertar. Mas, naquele ano não quisera escrever, começou a observar que todas as listas de "feliz ano novo... eu desejo que neste ano..." ficavam estocadas na gaveta e os pedidos eram sempre os mesmos: o novo emprego, um novo amor, àquela viagem, a casa nova... Sonhos, sonhos e mais sonhos. E nada de realizar.


Se você se identificou com Sara, nossa personagem, e os enfeites de natal já começam a lhe dar um frio no estômago ao lembrar que mais um fim de ano se aproxima e que você não atingiu os seus sonhos, esta na hora então de algumas mudanças e de uma pouco de reflexão, certo?
Há exatos 5 anos após terminar a faculdade eu comecei a perceber que aquela listinha de desejos podia ser alterada, sim. Ela podia deixar de se chamar "lista de desejos" e ser renomeada para "plano de ação".
"O que?", "quem?,' "como?", "por que?,' "quando?" "responsável". Eram as perguntas que norteariam para sempre a minha lista de desejo. Isso não faria com que o milagre acontecesse, mas com certeza me aproximaria muito mais do milagre, do que o procedimento de no dia 31 de dezembro lembrar dos meus sonhos e coloca-lo na velha listinha de desejos.
Passei a transformar meus sonhos em projetos. E analisar o porquê era tão dificil chegar em alguns itens que tanto sonhava.
O meu processo de listinhas de desejos para o próximo ano começou em 1989. Eu tenho todas essas listas comigo e só passei a mudar meu conceito com elas a partir da verificação que haviam desejos que se repetiam ao longo dos anos. Sim.... vou até citar dois aqui... "aprender inglês". "visitar a Noruega"
Ao longo dos anos aprendi que não basta colocar na listinha de desejos o pedido é preciso mais, fé, sim que a espiritualidade, que as energias superiores vão abrir os caminhos para acontecer. Mas, é preciso mais que isso.

É preciso de metas. É preciso de ações minhas.

Outra coisa que aprendi ao longo dos anos é pensar em comemorar ano novo 2 meses antes. Isso mesmo, sempre começando no dia 2 de novembro. Todas as energias deliciosas do ano novo são lembradas 2 meses antes.

Com isso não vou lhe dizer que a listinha de desejos tem sido cumprida 100%, mas posso lhe afirmar que não tenho colocado mais aquele item que apareceu em 1989 e se repetiu por anos "Casar com o Morten Harket do a-ha". O que eu quero lhe dizer com isso, a listinha de desejos passou mesmo a ser planos e metas mensuráveis para o próximo ano. Coisa reais e não fantasias infantis impossíveis de acontecer.

Sabe aquela avaliação que a empresa tem que fazer todo final de ano para saber para onde vai e o que não deu certo?. Então, vamos começar a fazer em nossa vida?
O caminho para a felicidade e realização, a sua felicidade e sua realização está em suas mãos, esperando só que você comece a lutar por ela. O ano novo é sempre uma nova oportunidade para recomeçar.

Mas, que todos os dias em sua vida sejam ano novo. Que hoje você comece a pensar no que você quer excluir e no que você quer incluir na sua vida.
Bora lá? Feliz ano novo! Feliz 2017. Isso mesmo... Viva 2017" Afinal, você tem mais dois meses para realizar aquela listinha lá de 31 de dezembro. Bora lá?

texto: Eli Antonelli - Especialista em Marketing Estratégico - Desenvolvimento de Carreiras