Ao contrário dos rumores dos últimos dias a Secretária  Maria Tereza Uille Gomes afirmou que não há pretensão de instalar um presídio na região de Campo Magro. Hoje, durante a tarde, um grupo de empresários e representantes de moradores de Campo Magro e de Santa Felicidade, bem como, o prefeito da cidade Louvanir J. Menegusso, vereador Mauro Inácio, a presidente da Acisf – Associação do Comércio e Indústria de Santa Felicidade Ana Lucia Leite  e presidente da Casf - Comissão de Apoio e Desenvolvimento da Região de Santa Felicidade, Osvaldir Benato, estiveram reunidos com a Secretaria para saber dos encaminhamentos do destino da Fazenda da Fundação de Ação Social - FAS que tem 40 hectares.
Amanhã, 19 de março, haverá uma audiência pública na cidade de Campo Magro para tratar do assunto. O grupo definiu por um novo encontro para retomar a conversa com a Secretaria. 

Várias alternativas sobre a destinação do espaço pelo  poder público foram levantadas, entre elas a indicação do espaço para capacitação técnica de jovens para cursos agrícolas, situações que serão analisadas em conjunto. Outro ponto que a Secretaria já tinha afirmado foi a instalação de um usina de tratamento de resíduos sólidos no local.
Um dos principais pontos que o grupo destacou foi que o munícipio tem um potencial turístico forte devido a proximidade com Santa Felicidade o que poderá ocasionar um prejuízo se acaso houvesse mesmo a implantação de um presídio no local. Hipótese que foi totalmente descartada pela Secretária.
Aguarde em breve mais informações e depoimentos dos presentes na reunião.