Um dos maiores intelectuais negros o cubano Carlos Moore apresenta a obra “Racismo & Sociedade” Novas epistemológicas para entender o racismo.


A obra da editora Nandyala é fruto de uma ampla pesquisa bibliográfica lida, relida e criticada. Um livro que não pode faltar para quem quer entender a concepção do racismo sob um novo aspecto e com maior conteúdo..
Para o professor Kabengele Munanga, que assina o prefácio, o autor recorre aos mitos mais antigos das sociedades africanas, onde a repulsa e o  medo que causa a cor negra são inequívocos, tais como “luto, tenegroso, maléfico, perigoso, diabólico, pecado, sujo, bestial, primitivo, inculto, canibal, má sorte, etc”. Confira:
“Assim, segundo Moore, surgiram, na maior parte do mundo e de modos totalmente autônomos entre si, estruturas sociais que ele descreve usando neologismos altamente descritivos, como sendo “fenotipocêntricas” Todavia, essas somente teriam existido como realidades responsivas e um imaginário social preexistente, eminentemente “fenotipofóbico” de origem mitológica.
Tanto o racismo anglo-saxônico, surgido a partir da Modernidade ocidental e tendo como fundamento a pureza racial, quanto o racismo dos países da dita América Latina, baseado no fenótipo ou aparência física, são simplesmente variantes históricas e reformulações de um mesmo racismo cuja consciência histórica é mais antiga do que nos é apresentada, pois prolonga suas raízes nas estruturas pré-capitalistas e pré-industriais.”

Você quer saber mais, confira só uma dose do que contém a obra, verifique abaixo o índice do livro. E peça o seu pelo e-mail contato@brasiscomunicaca.com.br  -304 páginas



PARTE I
RACISMO E ESCRAVIDÃO:
O SURGIMENTO DO SISTEMA DE ESCRAVIDÃO RACIAL
Capitulo 1 – Anterioridade geográfica dos povos melanodérmicos:mito ou realidade
·         Os primórdios da humanidade
·         Desvendando a história para descortinar a gênese do racismo
·         A tese de Gervásio Fournier – González
·         Consequências da ubiquidade negra durante a alta antiguidade

Capitulo 2 -A escravidão econômica generaliza grego-romana:
·         Primeira estruturação de um protorracismo europeu??
·         Xenofobia ou protorracismo?
·         A formação dos valões socioculturais grego-romanos
·         Escravidão grega e protorracismo
·         Permanência das instituições balizadoras
·         Do protorracismo grego nos espaços romanos
·         Desenvolvimento de ideias protorracistas
·         Pelos pensadores da antiguidade romana

Capítulo 3 - O  protorracismo no mundo Árabe-semita e a origem da escravidão racial
·         Raça e escravidão no mundo árabe
·         Maldição de Ham: origem da escravidão racial?
·         A representação do negro na literatura poética árabe
·         A representação do negro na literatura religiosa
·         O comércio áreabe de escravizados negros : rotas e cobranças de impostos em escravos
·         A revolução Zanj: o maior levante no mundo árabe de afro-árabes escravizados
·         A expansão das fronteiras do Império para a África do norte e para a Península Ibérica: extensão do modelo sociorracial árabe-semita

Parte III - O PAPEL DO RACISMO NA ECLOSÃO DA MODERNIDADE CAPITALISTA
Capitulo 4  - Capitalismo e escravidão:
·         As bases raciológicas do mundo moderno
·         A gênese do capitalismo: acidente histórico ou inevitabilidade:
·         Tese de Max Weber
·         Tese de Jean Baechler
·         Tese de Eric Williams
·          
·         Tese de Vicotr Davis Hanson
·         Tese de heikh Anta Diop
·         Ritmos de desenvolvimento socioeconômico
·         O racismo: parteiro da modernidade capitalista?

Capítulo 5  - Como a Europa Subdesenvolveu a África  -
·         Tese e Walter Rodney
·         A tese de John Thornton
·         Qual a razão para os “tráficos negreiros”?
·         O impacto das dinâmicas econômicas mundiais sobre a África

Capítulo 6
·         A escravidão na África pré- colonial: realidades estruturais versus argumentos ideológicos
·         A escravatura na história da humanidade
·         A escravidão na África
·         A escravatura africana: modo de produção dominante ou subalterno?

PARTE III
TIPOLOGIAS DE RELAÇÕES RACIAIS DA CONTEMPORANEIDADE

Capítulo 7 Dos protorracismos da Antiguidade ao Racismo contemporâneo:  a “memória esquecida” da humanidade
·         Mitos Símbolos e Memória Autoral da humanidade
·         A racialização de confrontos em virtude dos recursos
·         As três dinâmicas convergentes do racismo

Capítulo 8 Os modelos tipológicos de relações raciais pré-modernos
·         A consciência grupal fenotipizada
·         Durabilidade da ordem pigmentocrática

Capítulo 9 Racismo: passado conflituoso, presente comprometido, futuro incerto
·         A eterna confusão em torno do racismo
·         Racismo, sexismo e preconceitos
·         O racismo no século XXI
·         Racismo e Globalização
·         A constante metamorfose do racismo
Textos Complementares
A África e a raça negra em perspectiva
(Entrevsta com Cheikh Ata Diop)
O perigo de transformar a mestiçagem numa doutrina nacional
(entrevista com Cheikh Anta Diop)
Novos Desafios para a África e os negros no início do século XXI
(entrevista com Carlos Moore)
Posfácio
 Peça sua obra contato@brasiscomunicacao.com.br