A cada segundo numa dimensão próxima à Terra
Se desdobram acontecimentos paralelos.
Somos monstros, mocinhos, anjos,
Vilões e bandidos
Temos terra, dinheiro,
somos posseiros e mendigos
Estamos vivos
mortos e pensativos
Desejamos ser grandes, intensos
viver no cortiço e escondidos no sótão.
Preferimos escolhas,
Dúvidas, incertezas,
Planos e projetos.
Estamos juntos, rimos unidos,
no deserto diante apenas da nossa sombra, com nossa miragem.
Amamos o próximo, desejamos o próximo
Experimentamos o proibido
Pecamos
Nos ressentimos
Não nos arrependemos
E pedimos perdão, humilhados
Aqui, nesta dimensão, somos livres
Em nossa masmorra, com nossas correntes apertadas nos pés,
morremos, padecemos
ou simplesmente vivemos.

Poesia –autoria: Eli Antonelli selecionada para livro PALAVRA VIVA 2008 – Seu talento passado a limpo – Grupo Positivo / Editora Positivo