Matéria publicada no Jornal FOLHA DE SANTA FELICIDADE 28/01/2012
fonte: Eli Antonelli

Garibaldis e Sacis ganham público a cada ano e se consolidam como uma festa tradicional no Largo da Ordem

“Yes. Nós temos banana. Banana para dar e vender. Banana menina, tem vitamina. Banana  engorda e faz crescer” Sim, Curitiba tem marchinha, Curitiba tem folião e Curitiba tem carnaval. Com um mês para a grande festa popular o bloco Garibaldis e Sacis, mais uma vez faz a alegria dos curitibanos e turistas. No domingo (22) foi a abertura oficial do pré-carnaval que terá quatro saídas, sempre aos domingos à tarde no Largo da Ordem, centro histórico de Curitiba. O evento vem crescendo cada vez mais e tornando-se um dos mais tradicionais da cidade.

 O público é bem variado. São jovens, adolescentes, casais e muitos turistas surpresos pelo tamanho e beleza da festa. Garibaldis e Sacis é formado por profissionais liberais entre músicos, iluminador cênico, artistas plásticos, bailarinos, arquiteto, turismólogos, produtores, bonequeiros e arte-educadores. Pessoas que colocam o bloco na rua, mesmo sem recursos. Itaércio Rocha (fundador), Melina Mutazani, Roseane Santos, Thayana Barbosa e Marcel Cruz, integram o bloco, além de Luiz Nobre, conhecido como “Carioca” que dá apoio técnico à festa, junto com Rogério Giraud e Maria Balbina na produção. Pedro Solak é o mestre da bateria nota 10 do bloco.

O bloco nasceu quando o artista Itaércio Rocha reuniu-se a outros artistas aos domingos à tarde no Largo da Ordem, para os encontros de  pré-carnaval. Itaércio é hoje o presidente da Associação Recreativa e Cultural Amigos do Garibaldis e Sacis (ARCAGS) que  há 13 anos dita o ritmo da alegria em Curitiba antes do carnaval.

Carioca destaca que há dificuldades e quase que a festa não ocorre em 2012. “Estamos indo para rua com muita raça e com pouquíssimo apoio. Este ano conseguimos uma ajuda mínima que nos permitiu adquirir camisetas do bloco,  pagamento do ECAD e  5  banheiros químicos”, conta. Ele explica que o custo para ter o bloco em cada saída é por volta de R$ 13mil.  “Temos necessidade de técnicos, de um bom carro de  som.  Os músicos que fazem a festa do folião doam seu  cachê, cantando e tocando  as vezes por quase  5 horas. O evento está cada vez maior e precisamos de estrutura para manter”, conta.

No último ano, o bloco reuniu mais de 10mil pessoas no centro de Curitiba. Apesar de não haver uma divulgação mais ampla, cada ano o número de foliões vem crescendo. Carioca destaca as necessidades “A festa ficou gigante e um dos itens mais importante é a questão de segurança. Hoje, temos uma ação em que ao principio de qualquer situação paramos de tocar. E tem sido bem positivo. O nosso lema é “folião cuida de folião”, acreditamos que assim teremos uma brincadeira de rua pacifica e com direito a levar toda a família”

“Precisamos que observem que a existência do bloco está girando a economia local nesse período”, diz Carioca e exemplifica pela quantidade de hotéis lotados no período do evento “Temos turistas de várias regiões que já estão percebendo a beleza da festa. Mas, precisamos urgente de mais estrutura, tanto na parte de policiamento, quanto de mais banheiros químicos”, solicita.
  
Por enquanto, o apoio vem de alguns comércios como Bar Tragos e Largos, Bar Expressão, Bar Sacy, Bar Brasileirinho, Padaria Pão e Trigo, time Urutau Rugby. No final de 2011, o vereador Jonny Sticca elaborou uma emenda para liberação de verba pela Fundação Cultural de Curitiba - FCC. Essa ação garantiu um apoio inicial para a saída do grupo.

O vereador Sticca destaca que poucos sabem, mas Curitiba tem, sim, uma tradição de carnaval de rua,que era forte há muitas décadas. “Os Garibaldis e Sacis estão mantendo viva essa tradição, proporcionando uma troca cultural enorme e movimentando as ruas e praças do setor histórico da cidade”, diz.

A emenda do vereador que garante a liberação de verba pela Fundação Cultural de Curitiba - FCC é de R$ 30 mil, para apoiar manifestações. O valor é destinado ao bloco Garibaldis e Sacis e à festa de rua do PsychoCarnival “São dois eventos que, apesar de grandes recebem pouquíssimo apoio do poder público” diz o vereador.

Serviço:
Saída Garibaldis e Sacis
Largo da Ordem – a partir das 16:30h
29/01 – Bebês e super heróis
05/02 – Garibaldis e Sacis vai à praia
12/02 – Invertidos (mulher veste de homem/homem veste de mulher)